terça-feira, fevereiro 26, 2008

Blackthorne Parte III - Fase 3

Namastë
Paz e luz

Iluminados irmãos, mais uma vez estou aqui, cumprindo meu papel nesta peça universal a que chamamos vida. Nosso agraciado irmão, Kyle Blackthorne, caminha rumo ao clímax de sua existência terrena. Restam poucos degraus. Degraus repletos de desafios, onde somente a paciência pode nos fazer triunfar. Guiemo-lo, então, à iluminação.

Password: BMHS

Comece matando o orc. Cuidado com o Tatu disfarçado de pedra. Vá pela esquerda. Destrua as plantas, essa pedra também é um Tatu, cuidado. Pegue a poção. Suba na plataforma e siga para a direita. Suba na plataforma em que estão os dois orcs. Faça seu trabalho, libertando-os deste plano repleto de aflições e dor, mandando-os a um plano superior de luz e harmonia. Agradecidos, seus espíritos desencarnados lhe darão duas Fire Bomb.

Corra para o lado esquerdo, atravesse a tela e pule quando estiver quase na extremidade da plataforma. Pise no botão e atravesse a porta, cuidado com a planta sob o chão falso, aliás, só derrube o chão quando for necessário. Você irá precisar do caminho limpo. Em frente, derrube a ponte, volte e jogue um FB na planta. Pegue uma Iron Key e uma poção. Enquanto reflete sobre a morte que, brutalmente, tirou o orc de seu caminho de luz e esperança, siga para a esquerda. Guarde seu trabuco divino e corra como um profeta em direção à luz, neste caso, à porta de aço que, ainda, não abrirá.


Desça e pegue outra Iron Key com o Androith.

Siga pela direita, até porque à esquerda só há uma parede, e entre nessa passagem. Passagem esta que o levará diretamente ao começo da fase, então use sua chave e a abra. Volte à tela da imagem.


Agora, meus irmãos de luz, é o momento em que o joio será separado do trigo. O teste em que os homens serão separados dos meninos, a prova que dirá quem é o herdeiro do trono desse reino maldito esquecido por Deus. Corra, pule para a outra plataforma, conforme fez antes. Mas agora, aperte o botão e corra, passe pela ponte quebradiça, pule a cova, onde jaz o pobre orc e, correndo para caralho, pule direto naquela outra porta de ferro, onde antes desceu.


Caso não tenha sucumbido ao tentador desejo de ler um livro, estudar todas as peculiaridades dos recursos cíveis do Brasil ou outra coisa que só lhe afastaria do luminoso caminho da verdade, saiba que está entre os grandes homens. Sorria, estique suas pernas atrofiadas e sinta a energia correndo por seu corpo.

Sentiu?

Então continue jogando. Mostre ao Tatu seu papel neste grande plano divino que a todos abraça. Vá pela direita e pegue uma poção. Volte e vá pela esquerda. Quis essa grande roda de vida que você confrontasse três orcs. É a vontade divina, lance-os à luz com seu grande "cajado da verdade", cuspa na carcaça do último deles, olhe para cima. Dê um sorriso fodão e diga "Manda mais, porra".


Entre no túnel. Destrua as plantas carnívoras, pule para a plataforma delas e desça. Vá pela direita. Lá em cima, um orc roxo e suas adoráveis abelhas. Destrua-as. Mate o Tatu. Pegue a poção no fim do caminho. Volte e desencarne o orc roxo, pegue suas WASP e suba. Corra e pule para a direita. Como um ser tão luminoso quanto você não se satisfaria com tão pouco, continue correndo, evite os orcs e, assim que passar pelo segundo, pule, evitando, desse modo também as plantas e caindo a um triz do fim da linha. Desça, com cuidado, mate o orc e termine o caminho, desça e mate as plantas, aperte o botão.

A menos que tenha T.O.C, não precisa voltar e eliminar as outras plantas. Seguindo, portanto, para cima de elevador. Fique pronto para sair correndo para a esquerda no momento em que o elevador parar. Mate o Tatu, pegue a Bridge Key, volte, desça pelo elevador. Matar ou não os orcs é problema seu. Volte para o começo da fase, pegando aquele atalho por este túnel.

Volte a esta tela. Suba a escada, use uma Wasp e destrua o gerador da porta. Volte uma tela. Siga pela direita, mate as plantas e suba a escada. Use a Bridge Key e vá pela esquerda. Cuidado com o Tatu, mate o orc, use a chave e pegue o elevador.

Porra, eu teria economizado uma viagem se tivesse saído correndo para atravessar as duas portas logo na primeira vez.

É. Mas teria que ir parando, voltando, apertando o botão de novo. Então, eu achei mais cômodo fazer desta forma. Mesmo que tenha demorado mais.

Marcadores: , ,